Saúde destaca avanços na reestruturação de unidades

id5

29 de abril de 2022

Definida como uma prioridade desde o início da gestão JHC, a assistência à saúde em Maceió já assegurou avanços significativos para a população. Além de garantir à Capital um dos percentuais mais positivos nos índices de vacinação contra a Covid-19, a Prefeitura de Maceió tem investido na estrutura dos serviços de saúde, assegurando tranquilidade e conforto aos maceioenses.

Estamos encerrando este primeiro ano de gestão com um saldo positivo de muito trabalho. 2021 foi um ano desafiador, mas superamos as dificuldades com o compromisso e a responsabilidade de aperfeiçoar a oferta de serviços, visando a melhoria da assistência à saúde aos usuários do SUS”, destacou a secretária municipal de Saúde, Célia Fernandes.

Este ano, tanto os usuários quanto os servidores da Saúde municipal puderam dispor de instalações mais seguras e confortáveis, proporcionadas pelas reformas executadas nas unidades.

Serviços como ampliação e climatização de salas de atendimento, pintura interna e externa, além de troca e recuperação de mobiliários e equipamentos foram realizados. Só em 2021, as ações de recuperação e reforma dessas estruturas beneficiaram a mais de 50 mil usuários, nas unidades Robson Cavalcante (Benedito Bentes), José Guedes de Farias (Santa Amélia) e Aliomar Lins (Benedito Bentes).

“A reforma realizada na unidade do nosso bairro só trouxe melhorias, parece que ganhamos um novo posto de saúde. E os profissionais nos acolhem e atendem com muita atenção”, ressaltou a usuária Maria Josenilda da Silva, da USF José Guedes de Farias, localizada na Santa Amélia.

Posto de coleta de leite humano

Outro grande avanço implementado pela gestão municipal em 2021 foi a reestruturação do posto de coleta de leite humano instalado na Unidade de Referência em Saúde Hamilton Falcão, no Benedito Bentes. O posto é vinculado à Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano (RBLH), iniciativa voltada para a promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno e para a doação de leite humano para bebês prematuros e com baixo peso ao nascer.

Com a nova estrutura serão beneficiadas as mães do Tabuleiro do Martins, Benedito Bentes, Clima Bom, Antares, Cidade Universitária, Santos Dumont e Santa Lúcia.

“O posto de coleta é um espaço muito importante para o município e mais ainda para as mães, que agora podem ser melhor acolhidas, contando com auxílio de profissionais repassando todas as orientações necessárias”, ressalta Rosicleide Rocha, gerente administrativa da unidade.

UPA da Santa Lúcia

Nesse mesmo contexto, houve, também, a assinatura da ordem de serviço para o início das obras de construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no bairro Santa Lúcia, que se encontra em andamento. O investimento feito no equipamento é de R$ 4 milhões em recursos do Ministério da Saúde – sem contrapartida financeira do município. A unidade é de porte III e quando estiver pronta, funcionará 24h, dispondo de 15 leitos de internação, 5 leitos de emergência adulto e 1 leito de emergência infantil. A capacidade é para 250 atendimentos diários.

Matérias relacionadas...