Produções artísticas alagoanas participam de exposição no Canadá

Rebecca Loureiro

28 de novembro de 2022

O projeto Retratos do Brasil com Deficiência, que tem participação da Universidade Federal de Alagoas – UFAL, selecionou 11 obras para uma exposição presencial no Satellite Project Space, no Canadá. Intitulada Defiças Portrayals: A Brazilian gaze on Disability, a exposição está em cartaz até este sábado (26) para mostrar os trabalhos inspirados nos princípios da justiça da deficiência.

“Ser um corpo intruso em uma galeria de arte é um sentimento comum para pessoas com deficiência. Assim como acontece nos museus, teatros, auditórios e bibliotecas que são desenhados para contemplarem corpos e mentes normais, padronizados, típicos. Essa exposição reivindica a presença disruptiva de corpos e mentes com deficiência como oportunidade de transformação das obras de arte, das práticas artísticas e das formas acesso à cultura visual”, detalhou o texto curatorial da professora Nádia Meinerz, do Instituto de Ciência Sociais (ICS) da Ufal.

Os 11 retratos são fruto de criações colaborativas de Ana Cândida, Caroline Gouveia, Thayllany Ferreira, Rebeca Ferreira, Helane Alencar, Silza Freire, Estela Lapponi, William JS, Amanda Bambu, Gabriela Amorim, Júlia Harume, Mirely Ceervieri, Ângelo Beck, Júlia Beck, Key Amorim, Dayse Hansa, Daniel Nascimento, Flávia Neves, Geoneide Brandão, Eliene Berto, Adrianna Reis e João Carlos. A exposição inclui algumas produções alagoanas e tem suporte artístico do Ateliê Ambrosina.

“Enquanto um olhar a partir do sul global, essa exibição se apresenta, ela mesma, como uma intrusão na cena artística canadense, intencionada à movimentação das ideias de cultura visual, autoria e deficiência”, destacou a curadoria.

A equipe da exposição está mediando o contato com os artistas por meio de um formulário eletrônico para esclarecer dúvidas e contribuições para as obras dos criadores.

Sobre o projeto e as realizações

O trabalho das professoras Nádia Meinerz e Pamela Block é resultado do projeto nacional Retratos do Brasil com Deficiência, que teve início em setembro de 2021, com a mobilização e a seleção de 44 cocriadores que apresentaram propostas em duo, feitas com ou por defiças. O projeto selecionou duos de cocriação de retratos e episódios de podcast em todo o país.

A produção alagoana está contemplada na galeria da exposição virtual no site do Retratos Defiças e, recentemente, o projeto lançou um vídeo de sete minutos que resume toda a história e conta com versões em inglês e português, legendas para surdos e ensurdecidos, além de áudio descrição.

Para assistir, clique aqui.

Matérias relacionadas...