Policiais penais em Alagoas suspendem as atividades por tempo indeterminado

Rebecca Loureiro

23 de novembro de 2022

Os policiais penais em Alagoas paralisaram as atividades na última terça-feira (22), por tempo indeterminado. Os agentes cobram melhorias na condição de trabalho, aumento de efetivo e o cumprimento de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre a Secretaria de Ressocialização (Seris) e o Ministério Público Estadual (MP).

Além disso, eles pedem também a regulamentação de horas extras. Durante a paralisação, os servidores informaram que vão manter apenas a entrega da feira recebimento de presos e atendimentos de urgência e emergência em saúde no sistema prisional alagoano.

“Estamos cobrando o cumprimento do TAC que é em relação ao Presídio do Agreste, porque fala que os funcionários da Reviver para exercer atividade policial ali. Queremos fazer valer a lei, para que os policiais penais exerçam suas atividades em plenitude, como fazemos em Maceió”, afirmou o presidente do Sinasppen, Victor Leite.

Em nota, a Seris comunicou que não foi protocolado nenhum ofício sobre a paralisação e disse que o diálogo com o Sinasppen está aberto e que se coloca à disposição da categoria.

Matérias relacionadas...