Paulo Dantas retorna ao cargo de governador de AL depois da suspensão de seu afastamento

Rebecca Loureiro

25 de outubro de 2022


O afastamento do governador tampão de Alagoas, Paulo Dantas (MDB), foi suspendido nesta segunda-feira (24), pelo Supremo Tribunal Federal (STF), retornando o político ao cargo. A medida foi tomada em duas decisões, assinadas pelos ministros Gilmar Mendes e Luís Roberto Barroso.

Paulo Dantas havia sido afastado do cargo no dia 11 de outubro por decisão da ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Laurita Vaz, confirmada posteriormente pela maioria da Corte Especial do STJ.

Mendes afirmou em sua decisão, que o Código Eleitoral proíbe medidas cautelares contra candidatos a cargos majoritários (como governadores) desde os 15 dias antes do primeiro turno até as 48 horas depois do segundo turno.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é suspensao-afastamento.jpeg

Barroso considerou que há dúvida razoável sobre a competência para o afastamento pelo STJ, responsável por analisar casos sobre governadores, uma vez que as suspeitas se referem ao período em que Paulo Dantas era deputado estadual.

O inquérito policial revelou que o esquema de funcionários fantasmas na Assembleia Legislativa de Alagoas teria sido chefiado pelo agora governador. As investigações apontam que foram feitos saques em dinheiro em nome de funcionários fantasmas. Ainda segundo as investigações, aproximadamente R$ 54 milhões foram desviados desde 2019.

Os investigadores dizem que Paulo Dantas continuava nomeando funcionários fantasmas e se beneficiando do esquema mesmo no cargo de governador.

A mulher de Paulo Dantas, Marina Thereza Cintra Dantas, uma irmã dele e dois cunhados também estão sendo investigados por terem despesas pessoais pagas supostamente com dinheiro desviado.

Matérias relacionadas...