MP-AL defende que criança jogada sobre carro em movimento pela mãe continue em abrigo

Rebecca Loureiro

13 de janeiro de 2023

O Ministério Público de Alagoas (MP-AL) emitiu, nesta sexta-feira (13), um parecer favorável para que a criança de três anos que foi arremessada pela mãe no capô de um carro em movimento  permaneça em um abrigo. A vítima, que não sofreu graves ferimentos, já se encontra nesse abrigo desde que foi agredida.

A promotoria também propôs que, por enquanto, não seja autorizada a realização de visitas da agressora à criança. O crime aconteceu no bairro Benedito Bentes, em Maceió. 

A mãe da criança foi presa em flagrante e apresentava sinais de embriaguez. Segundo testemunhas, a criança começou a ser agredida dentro de um ônibus. Ao descer com a mulher, ela foi arremessada.

Uma outra mulher se apresentou como irmã da vítima. Ela registrou interesse em ter a guarda da menina, mas como não há no processo documentos de identificação da criança, o promotor pontua que não é possível confirmar se esse vínculo familiar entre a vítima e essa suposta irmã é verdadeiro.

Por isso, no parecer, o Ministério Público também solicitou que a equipe técnica multidisciplinar do juizado responsável pelo caso realize um estudo social para verificar se a relação de parentesco é real e, com isso, promover a inserção da criança no contexto familiar.

Matérias relacionadas...