Justiça Eleitoral condena de novo campanha de Paulo Dantas por disseminar mentiras contra Rodrigo Cunha

Rebecca Loureiro

17 de outubro de 2022

A Justiça Eleitoral condenou, mais uma vez, a campanha do governador afastado Paulo Dantas por propagar mentiras contra Rodrigo Cunha e a coligação Alagoas Merece Mais. Agora, a condenação aconteceu porque Paulo Dantas divulgou afirmando que Rodrigo queria suspender o programa Escola 10. Na realidade, o que a coligação Alagoas Merece Mais pediu ao Ministério Público Eleitoral, foi uma investigação sobre o programa, pois existe suspeita que aconteçam irregularidades para a concessão dos pagamentos.

A decisão foi publicada nesse domingo, 16, assinada pela juíza eleitoral Jamille Duarte Coelho Vieira. Na decisão, a magistrada cita que Paulo já havia tentado, em outros momentos, associar a imagem de Rodrigo ao corte dos benefícios, o que não é realidade. “Assim como na AIJE relativa ao ‘Pacto contra a Fome’, na AIJE sobre o programa ‘Cartão Escola 10’ também não houve pedido de concessão de liminar para determinar a suspensão dos benefícios do programa à população”, diz o texto assinado por ela.

A magistrada faz referência a outra conhecida fake news espalhada por Paulo, que para evitar investigações sobre irregularidades na compra de cestas básicas, mentiu ao dizer que Rodrigo queria suspender a distribuição de cestas básicas. Nos dois casos, a Justiça Eleitoral deu ganho de causa a Rodrigo Cunha, determinando que a propaganda enganosa fosse retirada das redes sociais.

Matérias relacionadas...