Irmã André, ‘pessoa mais velha do mundo’, morre aos 118 anos

Rebecca Loureiro

19 de janeiro de 2023

A irmã André, uma freira francesa reconhecida desde abril como a pessoa mais velha do mundo, morreu na madrugada de terça-feira (17/1), na residência para idosos onde vivia em Toulon, na França.

“Morreu às 2h da manhã”, informou o funcionário ao reportar a morte de Lucile Randon, nascida em 11 de fevereiro de 1904 na cidade francesa de Alès. A freira francesa ficou famosa após se curar da covid-19 e revelar que o segredo para sua longevidade é “um pequeno copo de vinho todos os dias”. Irmã André vivia em uma casa de repouso em Toulon, na França.

O título de pessoa mais velha do mundo não é atribuído por nenhum órgão oficial, mas os especialistas concordaram que a religiosa era a pessoa mais velha cujo registro civil podia ser verificado.

Irmã André, na última fase de sua vida cega e numa cadeira de rodas, há alguns anos não escondia um certo cansaço e confessava que desejava “morrer logo”. Mas “Deus não me ouve, deve estar surdo”, disse a mulher em uma longa entrevista à AFP em fevereiro do ano passado.

Matérias relacionadas...