Irã condena 400 pessoas por participação em protestos

Rebecca Loureiro

14 de dezembro de 2022

A Justiça do Irã condenou 400 pessoas a penas de prisão de até dez anos participação nos protestos após a morte de Mahsa Amini há quase três meses. O anúncio foi feito na última terça-feira (13).

Em 16 de setembro, Mahsa Amini, uma iraniana de etnia curta de 22 anos, morreu sob custódia da polícia. A morte provocou um movimento de protesto sem precedentes no país. Ela foi presa por violar o código de vestimenta da República Islâmica.

A execução nos últimos dias de dois jovens de 23 anos em relação com os protestos gerou uma onda de condenação internacional.

Desde o início do movimento, milhares de pessoas foram presas. Em 3 de dezembro, a principal agência de segurança do Irã disse que mais de 200 pessoas morreram durante os protestos.

Matérias relacionadas...