Gari se prepara para formatura em medicina e continua limpando ruas

Rebecca Loureiro

12 de janeiro de 2023

Exemplo de determinação, um gari de 37 anos, que sonhava em ser médico, com reprovações desde 2011, tanto insistiu que conseguiu a sua sonhada aprovação.

Dario Giusepponi é só sorrisos e após concluir as disciplinas teóricas, ele se prepara para o internato e, em seguida para formatura em medicina.

“Para mim, a aprovação veio depois de mais tempo do que para os outros. Várias vezes pensei em abandonar [o sonho], mas segui adiante”, disse o futuro médico.

Gari, na cidade de Rosario, em Santa Fé, na Argentina, Dario contou que, desde o fim do ensino médio, planejava ingressar na faculdade de medicina, sem sucesso.

Darío fez uma programação de estudo que conciliava o trabalho seis vezes por semana – de segunda-feira a sábado – das 6h ao meio-dia, limpando 20 quadras da zona de um parque na cidade de Rosario.

Como estava livre depois do meio-dia, o recém-formado médico montou um esquema de estudo que aproveitava cada momento da tarde e da noite.

O gari ainda contou que teve de começar a trabalha cedo porque a família modesta exigia que todos contribuissem em casa. O pai taxista e a mãe dona de casa. Uma família com três filhos.

Darío contou com apoio também do Sindicato dos Garis. Em dezembro, ele terminou a faculdade e a celebração foi com os colegas da coleta de lixo que tanto o ajudaram.

Matérias relacionadas...