Estudante de medicina é afastada da faculdade após ironizar morte de paciente em Marechal Deodoro

id5

29 de abril de 2022

A estudante de medicina que ironizou nessa terça-feira (08) a morte de um paciente em Marechal Deodoro, Região Metropolitano de Maceió, foi afastada da faculdade e desligada da unidade de saúde onde realizava estágio. 

A informação do afastamento da faculdade foi divulgada por meio de nota do Centro Universitário Cesmac.

“A aluna, por prudência e cautela, foi afastada preventivamente das suas atividades acadêmicas pela Coordenação do Curso e pela Secretária de Saúde de Marechal Deodoro até que a apuração seja concluída e os fatos devidamente esclarecidos, o que deverá ocorrer com a brevidade que o caso recomenda”, diz a nota.

O Cesmac ainda informou que foi iniciado um Processo Administrativo Interno para apuração da conduta da estudante, que estava no 9º período de medicina. A faculdade tomou conhecimento do caso após outros estudantes realizarem capturas de telas e compartilharem em grupos de aplicativos de mensagem. 

“A Coordenação do Curso, tão logo cientificada do fato, iniciou a apuração com vista em avaliar e mensurar a gravidade da atitude da aluna, notadamente, no que concerne à suposta infringência a princípios éticos que norteiam o exercício de tão nobre e importante missão já a partir da preparação acadêmica”, explicou a instituição.

A aluna, por sua vez, deverá ser convocada pela instituição para apresentar sua versão sobre os fatos.

O caso

Uma aluna do curso de Medicina de uma faculdade particular de Maceió reclamou que uma paciente chegou na unidade de saúde atrapalhando o seu sono. Na postagem, a acadêmica ainda expôs a paciente divulgando seu nome e quadro de saúde.

Fonte: Jornal de Alagoas

Matérias relacionadas...